Eduardo Alves dos Santos

Voluntário 1932

*1895 +07/09/1932

Nascido e residente em Santos/SP era reservista do Exército quando eclodiu a Revolução de 1932. Alistou-se na Falange Acadêmica Santista, incorporando-se ao 8º Batalhão de Caçadores da Reserva da Força Pública de São Paulo.Enviado para as linhas de combate, morreu durante ação na Frente Norte, onde se travaram as mais encarniçadas batalhas do conflito.

Apesar de Eduardo Alves dos Santos não constar da relação de heróis, publicada em 1936 no livro “Cruzes Paulistas” o prefeito municipal de Santos, através da Lei nº 1.322 de fevereiro de 1952, batizou uma das ruas da Vila São Jorge com o seu nome.

Fontes: Livro “Veja Santos” de Olao Rodrigues e colaboração da Associação dos Combatentes de 1932 – Santos, fundada em 27/06/1958 e considerada de utilidade pública – Lei nº 2867/64