Cesar Matheus

Repórter fotográfico 1932

*11/03/1895 +29/09/1932

Nascido em Granada – Espanha e radicado no Brasil, trabalhava como repórter fotográfico no jornal A Tribuna de Santos quando a revolução constitucionalista de 1932 eclodiu. Enviado às linhas de frente para registrar imagens do conflito, teve uma morte trágica. O carro que o transportava sofreu uma pane mecânica e parou para conserto na estrada.

Matheus, que descera para observar, foi atropelado por outro carro que passava em disparada, morrendo logo depois no hospital de Pindamonhangaba. Era filho de Olochio Matheus e Angelina Matheus. Casado com Aurélia Penha Mattos, deixou cinco filhos: Carlos, Liana, Cesar, Nair e Celso.

Fontes: Livro “Cruzes Paulistas” editado em 1936 com dados compilados por Oswaldo Bretas Soares, e colaboração da Associação dos Combatentes de 1932 – Santos, fundada em 27/06/1958 e considerada de utilidade pública – Lei nº 2867/64